Arquivo mensal: abril 2015

São João do Brasil (para o mundo)

foto divulgação

foto divulgação

Cultura popular, com ênfase nas regiões Norte e Nordeste e apreciado por uma grande parcela da população brasileira, assim é a Festa de São João, que caminha para uma nova dimensão: o mundo.

Este é o novo desafio que a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) está enfrentando e para isso já está desenvolvendo ações junto as regiões do Norte e Nordeste, onde a festa tem mais tradição e apelo turístico.

“Precisamos acrescentar ao imaginário coletivo mundial uma nova imagem do Brasil que são nossas festas juninas. Queremos que o turista estrangeiro associe o Brasil também com esses festejos, assim como faz com o carnaval”, ressaltou Flavio Dino.

Aconteceu no dia 23/4/2015, em São Paulo, o Seminário São João do Brasil, onde a tradicional festa, realizada durante o inverno brasileiro, foi tema de discussão, realizado pelo Instituto Pensar, em parceria com a Promo Inteligência Turística,  apoio do Ministério do Turismo, Governo do Estado de São Paulo e Fecomércio.

“Hoje o Brasil tem apenas um produto turístico em caráter nacional, que é o carnaval. Precisamos unificar essas festas e transformá-las em um produto turístico que possa ser comercializado no País e no Exterior e promover o desenvolvimento de toda a cadeia produtiva do turismo e do setor de serviços de uma maneira geral”, afirmou Domingos Leonelli.

E assim tá surgindo o movimento São João do Brasil e acredito que está na hora de atualizar a imagem do Brasil perante os estrangeiros mesmo, tá na hora de mostrar mais que carnaval, samba e futebol. Tá na hora de buscar novas (se é que são novas) potencialidades turísticas e promover o evento dentro e fora do Brasil.

Para a senadora e vice-presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo, Lídice da Mata, o São João é a bandeira de promoção do Brasil nos mercados doméstico e internacional.

“O São João é a bandeira de promoção do Brasil nos mercados domésticos e internacional. Hoje a procura por carnaval é muito grande, mas o São João recebe uma quantidade, de turistas, muito maior que as festas no eixo Rio-São Paulo. É necessário a reinvenção para que o São João consiga vencer o preconceito por ser uma festa que celebra a cultura nordestina. Ninguém discute o carnaval, mas quando se trata de São João há uma cultura protecionista e preconceituosa, principalmente na região sudeste, inviabilizando o crescimento e relacionamento a festa com a pobreza das regiões do Nordeste”, enfatiza Lídice da Mata, senadora e vice-presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo.

Lídice destaca ainda a criação de um projeto que está no Conselho Nacional de Cultura que enquadra a festa de São João como Patrimônio Imaterial do Brasil. Junto a este projeto, o enquadramento do ritmo do “forró” também caminha para se tornar patrimônio nacional.

Quer saber mais?

https://aquarela2020.wordpress.com/2013/08/09/festas-juninas-no-imaginario-internacional/?blogsub=confirming#subscribe-blog

http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/politica/2015/04/entidades-querem-unificar-a-festa-de-sao-joao-entenda_113488.html

Quer conhecer um pouco dessa festa?

http://saojoaodobrasil.com.br/#main-slider-wrap

 www.saojoaobahia.com.br

www.saojoaodocerrado.com.br

www.portalmaisforro.com.br

www.portalforrozao.com.br

www.planetaforro.com.br

 www.estacaoforro.com.br

www.forroemsampa.com.br

www.forrozeiros.com.br

www.maisforro.com.br

www.saojoaodecampina.com.br

Anúncios

Já pagou por sua sacolinha hoje?

E a novela da sacolinha continua. Dessa vez a Prefeitura de São Paulo, através de seu governante, entra com pedido de justiça nessa quarta, 29/04/2015, e com uma ação contra a Associação Paulista de Supermercados (Apas), para impedir que os estabelecimentos cobrem pelas sacolinhas plásticas. Mesmo porque a  lei das sacolas plásticas, que entrou em vigor no dia 5 abril, estabelece a substituição das sacolinhas antigas, derivadas de petróleo, por sacolas novas, de material reciclável, mas a lei não fala sobre a cobrança pela embalagem (ou fala?).

Foto: divulgação/internet

Foto: divulgação/internet

 “A cobrança do material pode gerar um sentimento de antipatia por parte do consumidor, desestimulando a adoção de um comportamento ecologicamente consciente. Assim como antes os supermercados arcavam com o custo das sacolas plásticas, o princípio do poluidor-pagador prevê que o custo das medidas tomadas pelo Poder Público para assegurar a preservação do ambiente pode ser suportado pelos estabelecimentos. Ao responsabilizar diretamente o poluidor pela reparação dos danos causados, a medida alivia o fardo econômico que a poluição coloca sobre os entes públicos e a sociedade”, diz nota da Prefeitura.

Ainda, de acordo com nota divulgada pela Prefeitura de São Paulo, os supermercados devem contribuir com a Política Nacional do Meio Ambiente, conforme a lei 6.938/81 e fornecer alternativas que estimulem o uso das sacolas recicláveis.

O negócio é voltar a usar a velha e boa sacola de feira (quem é mais velho sabe do que estou falando quem é novo e não sabe vai procurar saber), afinal de contas de 0,08 (oito) centavos em 0,08 (oito) centavos a bolsinha de moedas enche o “papo”. Vamos aguardar pra ver onde essa novela vai parar.

OLHA A TATUAPÉ AÍ GENTE!

Quinta feira, 23/10/2015, a quadra da Escola de Samba Tatuapé ficou pequena para receber a comunidade que compareceu em peso a tradicional Feijoada em homenagem ao santo padroeiro da agremiação, São Jorge.

Mas desta vez, a feijoada, que já estava deliciosa, teve um tempero adicional, pois nesse mesmo dia foi anunciado o enredo para 2016.

É ela, a Deusa da Passarela. Olha a Beija-Flor aí gente!

A homenageada nada mais é que a Escola de Samba Beija-Flor, 13 vezes campeã do Grupo Especial do Carnaval Carioca, a maior campeã da era do sambódromo, e 12 vezes vice-campeã.

Entretanto, as novidades IMG_20150424_240250188não pararam por ai. Nesta mesma noite também foi anunciado o novo intérprete da escola Celso Mody, que depois de 10 anos volta a defender a agremiação em 2016.

Em conversa informal com o Carnavalesco Mauro Xuxa e o Presidente da agremiação, Eduardo dos Santos, ficamos sabendo que outros enredos foram cogitados, até com patrocínio, mas na hora “H” prevaleceu a merecida homenagem à grande campeã Beija- Flor.

“Nossas expectativas são as melhores possíveis com relação a 2016. Temos o apoio da homenageada e de nossa comunidade que nos surpreendeu ao comparecer em grande numero a reunião de organização da festa, quebrando assim a falsa impressão de que eles estariam frios por causa de nossa colocação em 2015. Foi aí que decidimos lançar o enredo também, pois até então seria só a feijoada, surpresa geral, mas o fato é: vamos trabalhar muito para enaltecer as grandes virtudes e legado dessa grande escola”. Diz Mauro Xuxa, feliz da vida (e com razão).

Já o presidente Eduardo nos revela sua felicidade com relação a comunidade pelo fato deles abraçarem a ideia, vibrarem e mostrarem mais uma vez que a união pode fazer muito.IMG_20150424_012542561

“Independente dos resultados, em nossa primeira reunião, logo após o carnaval, o que mais ficou evidente, independente de resultados, foi a vontade de começar logo a se movimentar. Temos a convicção de que fizemos um grande desfile e permanecemos no grupo. Errar é humano, tanto pra gente como para os jurados. Não queremos focar nos erros do passado, queremos começar a confeccionar nosso carnaval e continuar nossa luta. Mesmo porque a Beija-Flor tá muito feliz com a homenagem e queremos muito, um dia, chegar ao patamar deles. Este intercâmbio é primordial para aprendizado e nossa intenção é buscar estes exemplos de lutas e vitórias. Além da homenagem, mas que justa, queremos que nossa homenageada se sinta orgulhosa e que isso sirva de pretexto para uma maior aproximação entre os pavilhões, e queremos aprender, pois Beija-Flor é fonte de inspiração pra nossa agremiação”. Finaliza o presidente entre uma garfada e outra da deliciosa “feijuca” (parabéns às meninas da ala das baianas e equipe, que colocaram sua magia na comida).

Um fato: a noite foi excIMG-20150423-WA0050elente, com visitas ilustres, a comida ótima e acima de tudo a energia positiva das pessoas com quem conversamos. A vontade de começar, de virar a página e contar uma nova história.

Quero aproveitar e agradecer ao vice Erivelto Gonçalves, a Rosangela da Rocha, Simone Tomaz, harmonias, destaIMG-20150423-WA0068ques….enfim, TODA galera que nos recebe de braços abertos. Obrigado pelo carinho e consideração de vocês.

Em tempo: as irreverentes drags Dindry Buck e Andy D´Luky, compareceram ao evento para levar mais brilho, cor e alegria à comunidade.

Obrigado Mary, Lucio, Diego…pelo apoio na hora de pegar uns cliques.

Virada Cultural recebe projetos artísticos, culturais e adesões para a edição 2015

11091430_606121099488581_1738334844814549130_n

Chamamento público recebe propostas de interessados em se apresentar durante o evento que acontecerá nos dias 20 e 21 de junho de 2015; instituições e outros espaços da cidade podem também podem aderir ao evento com suas respectivas programações

O maior evento de rua de São Paulo, a Virada Cultural, está recebendo propostas de projetos artísticos e culturais para integrar a sua 11ª edição, marcada para os dias 20 e 21 de junho de 2015. Por meio de um formulário específico, poderão ser enviados projetos que serão analisados pela comissão curadora.  Não serão aceitos projetos enviados por e-mail e nem entrega de materiais pessoalmente. As propostas podem ser enviadas até o dia 27 de abril.

Serão analisadas propostas de quaisquer áreas da cultura: dança circo, cinema, teatro, artes visuais, gastronomia, espetáculo infantil, artistas de rua etc., direcionadas para públicos de todas as idades. Somente os proponentes dos projetos selecionados serão contatados pela organização do evento.

O objetivo deste chamamento é ampliar ainda mais a pluralidade da Virada Cultural, sendo esta uma das características mais marcantes deste evento, que chega a sua 11ª edição neste ano.
No mesmo período, instituições, espaços culturais, restaurantes, eventos ao ar livre e outros promotores de atividades no fim de semana da Virada Cultural podem aderir ao evento por meio de outro formulário. As atividades cadastradas como adesão estarão disponíveis para consulta no site oficial do evento e serão identificadas como tal, sendo de total responsabilidade do promotor.

A Virada Cultural é promovida pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, com apoio e adesão de outros parceiros institucionais.

Ao longo de sua história, a Virada Cultural aliou programação diversificada, de qualidade, com acesso gratuito a toda a população.

Acesse os formulários:

•    Formulário de envio de projetos artísticos e culturais (artistas e produtores)
•    Formulário de Adesão (estabelecimentos comerciais)

 Fonte: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/noticias/?p=17665

%d blogueiros gostam disto: