Arquivo da categoria: cultura

Alarmante: saiu a pesquisa “Viver em São Paulo: Cultura na Cidade”.

A pesquisa “Viver em São Paulo: Cultura na Cidade”, realizada pela Rede Nossa São Paulo em parceria com o Ibope Inteligência, revela os (péssimos) hábitos culturais de paulistanos e paulistanas.

Cerca de 2,7 milhões de pessoas afirmam nunca ter participado de uma atividade cultural, como, por exemplo, ir ao teatro, a uma biblioteca, a um museu, assistir um espetáculo de dança, um concerto… e (mais grave ainda) 4,1 milhões de paulistanos e paulistanas disseram não ter lido nenhum livro nos últimos 3 meses.

O perfil de quem não frequenta atividades culturais em São Paulo, ou não ler, por falta de interesse ou tempo, é caracterizado por pessoas mais velhas, menos escolarizadas, com renda familiar de menos de dois salários mínimos, pretos e pardos, da classe C e da região Leste da cidade.

Quer saber mais sobre o assunto?

https://www.nossasaopaulo.org.br/2019/04/09/analise-pesquisa-viver-em-sao-paulo-cultura-na-cidade/

https://www.cidadessustentaveis.org.br/arquivos/viversp_cultura_apresentacao_2019.pdf

 

PS:

– as observações entre parênteses são de cunho pessoal do redator deste post;

– a fonte de pesquisa desse material: Nossa São Paulo.

Festival de Marchinhas Itaquerendo Folia define vencedoras.

O Bloco, e Ponto de Cultura, Itaquerendo Folia, encerrou nesta sexta-feira (15) a etapa do VOTO POPULAR que definiu as marchinhas vencedoras de seu 1º FESTIVAL DE MARCHINHAS ITAQUERENDO FOLIA.

Na primeira fase o concurso teve 12 marchinhas inscritas (sendo duas de Brasília/DF e as demais da cidade de São Paulo), mas para a segunda fase só 05 foram a voto popular.

O concurso teve seu início em janeiro, sendo as duas fazes iniciais via online, e sua terceira e última fase será ao vivo para apresentação das marchinhas vencedoras.

Nessa fase do voto popular foram computados um total de 8.872 (oito mil oitocentos e setenta e dois) votos, a maioria deles vindo da zona leste, região onde se encontra o bloco e compositores de duas das marchinhas concorrentes.

1-REGIÃO

A apresentação das marchinhas vencedoras será feita durante a concentração do ITAQUERENDO FOLIA, no dia 23/2, sábado, 17h30, e a banda TEMPERO LATINO dará o suporte instrumental aos competidores, culminando a folia com uma participação especial do TRIO LOS ANGELES.

Os vencedores do 1º FESTIVAL DE MARCHNHA ITAQUERENDO FOLIA serão contemplados com: 1º Lugar – R$ 2.000,00 (dois mil reais + troféu); 2º Lugar – R$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos reais + troféu); 3º Lugar – R$ 1.000,00 (mil reais + troféu).

IMG-20190116-WA0011_2

Homenagem

O festival visa resgatar a produção e o resgate das tradicionais marchinhas de carnaval facilitando o acesso da população a bens culturais. Apoiar, valorizar e difundir o conjunto das manifestações culturais e seus respectivos criadores, além de: Homenagear os 120 anos do surgimento da primeira marchinha de carnaval brasileira: Ô Abre Alas (Chiquinha Gonzaga).

Pensando nessa homenagem o Bloco Itaquerendo Folia, com participação especial do Trio Los Angeles, produziu um vídeo “prá lá de especial”:

Confira agora a classificação final das marchinhas durante o VOTO POPULAR.

resultadofestivalmarchinhaitaquerendofolia

 

SERVIÇO
1º Festival de Marchinhas Itaquerendo Folia
Bloco Itaquerendo Folia
Dia: 23/2/19
Horário: 14h às 19h
Local: Praça da Estação – Centro de Itaquera (Av. Radial Leste X Rua Gregório Ramalho)
Atrações: Posse do Rei e Rainha da Folia (3ª idade); Concurso de Fantasias – Infantil; Apresentação das Marchinhas; Show Trio Los Angeles…
Aproveite e troque 2kg de alimento não perecível por um ABADÁ. FOLIA SOLIDÁRIA.

https://www.facebook.com/events/761705314215764/

Rei e Rainha da Folia 2019

O Bloco Itaquerendo Folia, em sua 4ª edição, apresenta o Rei e Rainha da Folia (Corte da Terceira Idade do Carnaval de Rua SP – 2019).

Esta ação, integrada as demais ações do Bloco, e Ponto de Cultura, Itaquerendo Folia, além de visar a garantia do envelhecimento ativo do idoso e fortalecer sua importância na sociedade, também busca a valorização de sua trajetória em um dos segmentos da cultura popular: o Carnaval.

Para 2019, a corte será formada por Nelsinho Fernandes (Rei) e Ângela Cristina (Rainha), ambos da zona leste de São Paulo (Itaquera e Itaim Paulista).

rei_rainha_folia_2019

Nosso Rei – Nelsinho Fernandes (61 anos) há 36 anos no carnaval da cidade de São Paulo com passagens pela Escola de Samba Boêmios da Vila e atualmente Escola de Samba Leandro de Itaquera e Unidos de Santa Bárbara (ocupando espaço como Destaque de Alegoria).

Nossa Rainha – Ângela Cristina (62 anos) há 44 anos no carnaval da cidade de São Paulo, atualmente Coordenadora de Destaques da Escola de Samba Unidos de Santa Bárbara, com passagem pela extinta Primeira do Itaim, como Rainha de Bateria, também recebeu títulos de Imperatriz do Samba (Primeira do Itaim) e Embaixatriz do Samba (Unidos de Santa Bárbara).

Nesses anos sua passagem, como Destaque de Alegoria ou Destaque de Chão, também se deu em escolas como: Acadêmicos do Tatuapé, Acadêmicos do Tucuruvi, Leandro de Itaquera, Unidos de São Miguel, Boêmios da Vila, Flor de Vila Dalila…

A corte será empossada no dia 23/2/19, sábado, durante as atividades do Bloco, e Ponto de Cultura, Itaquerendo Folia.

Serviço

Bloco Itaquerendo Folia

Dia: 23/02/19

Horário: das 14h às 19h

Local: Praça de Itaquera (Centro de Itaquera: Av José Pinheiro Borges X Av. Radial Leste X Rua Gregório Ramalho)

Classificação: Livre

Democratização de Acesso: atividades gratuitas

Mundo virtual: https://pt-br.facebook.com/itaquerendofolia/

Oficina livre de percussão

Corre que ainda dá tempo de participar. As inscrições da Oficina Livre de Percussão do Bloco Itaquerendo Folia vai até o dia 12 de janeiro de 2019.

O regulamento e link de inscrição se encontram em: http://spcultura.prefeitura.sp.gov.br/evento/34590/

As aulas, grátis, começam no dia 13/01/2019 e passam a acontecer todos os domingos de janeiro e fevereiro às 14h na Praça da Estação no centro de Itaquera.

O encerramento acontece dia 23/02/2019, durante as festividades do Bloco Itaquerendo Folia onde os alunos recebem o certificado de participação.

oficina-percussão-if

Avaliadores de projetos culturais – Balneário de Camboriú

Inscrições vão até 15/01/2019.

A Fundação Cultural de Balneário Camboriú (FCBC) vai credenciar avaliadores de projetos culturais. Até 15 de janeiro, estão abertas as inscrições para interessados em exercer atividades de análise e emissão de pareceres técnicos sobre projetos culturais e produtos resultantes deles promovidos em 2019.

As inscrições, abertas na segunda-feira (10), devem ser feitas no link abaixo. Podem se credenciar pessoas físicas maiores de 18 anos e que tenham conhecimento técnico ou formação em, pelo menos, uma das áreas culturais e/ou artísticas citadas no edital de credenciamento 005/2018. Profissionais que residam ou tenham domicílio em Balneário Camboriú não podem participar.

Os pareceristas credenciados poderão ser contratados para prestar serviços relativos a projetos inscritos na Lei Municipal de Incentivo à Cultura (LIC) e em outros editais e processos de seleção da FCBC. Eles também poderão ser chamados para dar parecer técnico e analítico de projetos de patrimônio material edificado, móvel ou paisagístico.

Clique aqui para fazer o download do edital

Clique aqui para efetuar sua inscrição

 

Fonte: https://culturabc.com.br/edital-de-credenciamento-no-0052018-fundacao-cultural-de-balneario-camboriu/

 

CONSELHO ESTADUAL DE POLÍTICA CULTURAL

A eleição de membros vai até 31/01/2019.

 

A Secretaria de Cultura está reativando o Conselho Estadual de Política Cultural, antes denominado Conselho Estadual de Cultura. O órgão possuirá caráter consultivo, fiscalizador e deliberativo, propondo um espaço público de participação e de interlocução entre o Estado e a sociedade civil na elaboração e gestão de políticas públicas de cultura.

Entre as atribuições do Conselho, presidido por Romildo Campello, secretário da Cultura do Estado, está elaborar, aprovar e acompanhar a execução do Plano Estadual de Cultura, a partir das orientações aprovadas nas conferências do órgão.

O Conselho também será responsável por apreciar e aprovar diretrizes do Fundo Estadual de Cultura, fiscalizar a aplicação dos recursos recebidos pelo Estado em decorrência das transferências entre os entes da federação e acompanhar o cumprimento das diretrizes e instrumentos de financiamento da cultura.

Edital de eleição dos membros

Assim, em conformidade com o Decreto Nº 63.377 de 07 de maio de 2018 estão abertas, até 31 de janeiro de 2019, as inscrições para o edital de eleição dos membros da sociedade civil representantes dos colegiados setoriais do Conselho.

Os colegiados setoriais deverão ser formados por 06 (seis) titulares e 06 (seis) suplentes para cada um dos 17 (dezessete) segmentos definidos, com a necessidade de representação mínima de 50% entre os efetivos e suplentes serem de fora da capital.

Eis os segmentos do Conselho:

  • Segmento nº 01. artes plásticas, artes visuais e design;
  • Segmento nº 02. bibliotecas e centros culturais;
  • Segmento nº 03. cinema;
  • Segmento nº 04. circo;
  • Segmento nº 05. cultura da população negra e cultura tradicional;
  • Segmento nº 06. dança;
  • Segmento nº 07. carnaval e samba;
  • Segmento nº 08. cultura urbana;
  • Segmento nº 09. literatura;
  • Segmento nº 10. museus e arquivos;
  • Segmento nº 11. música;
  • Segmento nº 12. cultura da população LGBTT – lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais;
  • Segmento nº 13. cultura da população indígena;
  • Segmento nº 14. patrimônio cultural;
  • Segmento nº 15. teatro;
  • Segmento nº 16. audiovisual;
  • Segmento nº 17. economia criativa / economia da cultura.

Os membros da sociedade civil representantes desses colegiados terão mandato de dois anos, não renováveis.

Edital
Formulário de inscrição
Manual para preenchimento do formulário de inscrição

FONTE: http://www.proac.sp.gov.br/noticias/conselho-estadual-de-politica-cultural/

Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR)

Acontece, de 5 a 11 de novembro, no corredor cultural da Avenida Paulista, a primeira edição do Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR).

Megaevento de negócios que vai reunir centenas de empresas e milhares de criadores e empreendedores dos setores culturais e criativos do Brasil e de outros países.

 

SOBRE O MICBR

O Ministério da Cultura (MinC) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) promovem, na cidade de São Paulo, a primeira edição do Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR), megaevento de negócios que vai reunir centenas de empresas e milhares de criadores e empreendedores dos setores culturais e criativos do Brasil e de outros países. O MicBR será realizado de 5 a 11 de novembro, no corredor cultural da Avenida Paulista, com o objetivo de impulsionar a internacionalização da produção cultural brasileira e o intercâmbio entre os países, em especial da América do Sul.
Ao longo dos sete dias, é esperada a participação diária de 2 mil pessoas nas atividades de mercado, e de 3 mil, na programação cultural. Esses números devem saltar para até 30 mil pessoas no fim de semana que encerra o evento, em 10 e 11 de novembro, nas diferentes atrações espalhadas por centros culturais da Avenida Paulista.
O megaevento reunirá cerca de 500 empresas e aproximadamente 100 compradores internacionais. Na programação, estão incluídas rodadas de negócios (em que produtores e compradores ficam frente a frente), espaços para a troca de contatos profissionais (networking), oportunidades de apresentação de produtos e serviços (pitchings), além de atividades de capacitação para empreendedores, como palestras, seminários, oficinas e clínicas de mentoria. Apresentações artístico-comerciais (showcases) de música, artes cênicas, moda e gastronomia também fazem parte da programação. A expectativa é que o MicBR movimente mais de US$ 10 milhões em negócios.
Evento engloba dez setores
O MicBR nasce inspirado em experiências exitosas realizadas em outros países, como o Mercado de Indústrias Criativas Argentinas (MICA) e o Mercado de Indústrias Culturais do Sul (MICSUL). O evento brasileiro abrangerá dez setores da economia criativa: artes cênicas (circo, dança e teatro), audiovisual (cinema, TV, publicidade e novas mídias), animação e jogos eletrônicos, design, moda, editorial, música, museus e patrimônio, gastronomia, e artes visuais.
Oito países sul-americanos confirmaram participação: Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai, além do anfitrião Brasil. Até 100 empresas de mais de 30 países serão convidadas a participar na condição de compradoras. Em outra frente, a Apex-Brasil promoverá um seminário Brasil-China durante o evento, para estimular as relações comerciais entre os dois países.
Fonte: Ministério da Cultura.
Inscrições, Programação, Atrações e muitos mais em: http://micbr.cultura.gov.br/sobre

No Caminho, com Maiakóvski

Assim como a criança
humildemente afaga
a imagem do herói,
assim me aproximo de ti, Maiakósvki.
Não importa o que me possa acontecer
por andar ombro a ombro
com um poeta soviético.
Lendo teus versos,
aprendi a ter coragem.

Tu sabes,
conheces melhor do que eu
a velha história.
Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho e nossa casa,
rouba-nos a luz e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.

Nos dias que correm
a ninguém é dado
repousar a cabeça
alheia ao terror.
Os humildes baixam a cerviz:
e nós, que não temos pacto algum
com os senhores do mundo,
por temor nos calamos.
No silêncio de meu quarto
a ousadia me afogueia as faces
e eu fantasio um levante;
mas amanhã,
diante do juiz,
talvez meus lábios
calem a verdade
como um foco de germes
capaz de me destruir.

Olho ao redor
e o que vejo
e acabo por repetir
são mentiras.
Mal sabe a criança dizer mãe
e a propaganda lhe destrói a consciência.
A mim, quase me arrastam
pela gola do paletó
à porta do templo
e me pedem que aguarde
até que a Democracia
se digne aparecer no balcão.
Mas eu sei,
porque não estou amedrontado
a ponto de cegar, que ela tem uma espada
a lhe espetar as costelas
e o riso que nos mostra
é uma tênue cortina
lançada sobre os arsenais.

Vamos ao campo
e não os vemos ao nosso lado,
no plantio.
Mas no tempo da colheita
lá estão
e acabam por nos roubar
até o último grão de trigo.
Dizem-nos que de nós emana o poder
mas sempre o temos contra nós.
Dizem-nos que é preciso
defender nossos lares,
mas se nos rebelamos contra a opressão
é sobre nós que marcham os soldados.

E por temor eu me calo.
Por temor, aceito a condição
de falso democrata
e rotulo meus gestos
com a palavra liberdade,
procurando, num sorriso,
esconder minha dor
diante de meus superiores.
Mas dentro de mim,
com a potência de um milhão de vozes,
o coração grita – MENTIRA!

eduardo_alves_da_costa

Eduardo Alves da Costa – (Niterói RJ 1936) concluiu o curso de Direito na Universidade Mackenzie em 1952, em São Paulo SP. Por volta de 1960 organizou as Noites de Poesia, no Teatro Arena, em São Paulo. Participou no movimento dos Novíssimos, da Massao Ohno, em 1962. Entre 1962 e 1989 publicou a novela Fátima e o Velho, o romance Chongas e o livro de contos A Sala do Jogo. Recebeu, em 1978, o prêmio Anchieta de Teatro para a peça As Campainhas. Em 1994 foi lançado seu livro juvenil Memórias de um Assoviador. Entre 1996 e 1998 foi cronista do jornal paulistano Diário Popular. Seu único livro de poesia, No caminho, com Maiakóvski, foi publicado em 1985. A reedição é de 2003, pela Geração Editorial, com o título No Caminho com Maiakóvski; Poesis Reunida. O editor Luiz Fernando Emediato escreveu sobre o livro: “EDUARDO ALVES DA COSTA é autor de alguns dos maiores e mais belos poemas da língua portuguesa. O fragmento de um deles, No Caminho, com Maiakóvski, sem dúvida o mais popular — transformado em bandeira contra a ditadura nos anos 70, em pôster, cartões postais, estampa de camiseta da campanha Diretas Já, mensagem massificada na Internet — já foi conhecido, em todo o Brasil, como o poema mais famoso e representativo de… Vladimir Maiakóvski, o poeta russo. O equívoco, que durou muitos anos, é mais uma vez corrigido neste livro” (…)

Fonte de pesquisa:http://www.antoniomiranda.com.br/poesia_brasis/rio_de_janeiro/eduardo_alves_da_costa.html

CLUBE DO FOLIA

Chegou o clube de descontos, exclusivo para você: CLUBE DO FOLIA

CLUBE_DO_FOLIA

O CLUBE DO FOLIA é uma AÇÃO GRATUITA desenvolvida a fim de beneficiar os associados, seguidores ou inscritos nas redes sociais, ou inscritos no canal do Youtube, (clientes) do BLOCO ITAQUERENDO FOLIA, proporcionando descontos e vantagens mediante parcerias com pessoas jurídicas e pessoas físicas (profissionais liberais, microempreendedores) dos mais diversos segmentos.

As inscrições, ou adesão, podem ser feitas através dos links abaixo.

Link para clientes

https://goo.gl/forms/WTY9WtoeZ36d5geW2

Link para fornecedores de produtos e/ou serviços

https://goo.gl/forms/rvoim3lYbE7oM0VV2

 

Carnaval de rua 2019 – Prefeitura de São Paulo divulga datas e regras.

BLOCO ITAQUERENDO FOLIA

Bloco Itaquerendo Folia. Zona Leste. Foto: arquivo/divulgação

A Prefeitura de São Paulo publicou no Diário Oficial a data e as regras para o carnaval de rua do ano que vem.

A novidade para 2019 é que os blocos poderão ter patrocínio próprio, além do oficial do evento e podem fazer ativação de marcas que sejam consideradas de utilidade pública e que não gere lixo na cidade.

A festa será dividida em três períodos:

23 e 24 de fevereiro (pré-carnaval);

02 a 05 de março (carnaval);

09 e 10 de março (pós-carnaval).

Todos os blocos devem efetuar as inscrições no período de 03/10/2018 a 19/10/2018 através do site  http://inscricaodeblocos.prefeitura.sp.gov.br

Lembrando: através do site de inscrição também está disponível o GUIA DE REGRAS PARA OS BLOCOS DO CARNAVAL DE RUA 2019

%d blogueiros gostam disto: