Arquivo da categoria: Educação

KIT ETNIAS 2016

Produzido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo no ano de 2016 para compor o Kit Etnias, uma série com quatro documentários que abarcam as culturas negra e cigana. Para representar a cultura negra, foram eleitas as rodas de resistência dessa cultura e tradição: o samba, a capoeira e o candomblé. Os vídeos têm direção do cineasta e produtor cultural Heitor Werneck. Idealização e Coordenação Cássio Rodrigo.

Candomblé – Bori: o culto da tradição!

Ciganos – A roda: vida, tradição, transformação, fé!

Capoeira: a cultura da ginga!

Samba: roda, raiz, canção, exaltação, cultura!

 

Anúncios

LANÇAMENTO: Culturi, o aplicativo da cultura!

Ferramenta interativa e colaborativa permite inserir eventos culturais e conectar torcedores

Ferramenta interativa e colaborativa que permite inserir eventos culturais e conectar torcedores

O Ministério da Cultura lançou um aplicativo de mapeamento e divulgação da programação artística e cultural durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, o Culturi.

Disponível no Google Play e no App Store, o aplicativo funciona de forma colaborativa, interativa e gratuita, possibilitando a qualquer pessoa, empresa ou produtor de eventos adicionar suas atrações. Permite, ainda, comentar, avaliar e convidar outros usuários para esses eventos.

Idealizado também para os turistas estrangeiros, a ferramenta possui duas funções: “Anjo”, que conecta torcedores estrangeiros a voluntários que falam diferentes idiomas e traz localizadores de serviços para turistas; e “Celebrações”, um sistema de georreferenciamento de torcidas.

Manual do Usuário Culturi

Baixe o manual em PDF

Mais informações: www.culturi.com.br

DICA – Coleção Itaú Grátis

leia-620x400

Ler para uma criança é um gesto simples e muito importante. Por meio dele, contribuímos para a educação, a cultura e o lazer das crianças e ajudamos a mudar para melhor o futuro do Brasil.

 

Peça gratuitamente a sua Coleção Itaú de Livros Infantis e contribua com a melhora desse futuro!.

Acesse: https://www.itau.com.br/crianca/pratique/

 

Fonte: Itaú Cultural.

Informação aos nossos leitores!

Não temos vínculo com o Itaú Criança. Apenas divulgamos o conteúdo para que o maior numero de pessoas possíves tenha acesso ao material. POR FAVOR não nos peça para enviar a coleção.

Informe o nosso blog como fonte de informação, ou seja, o local que lhe informou sobre a coleção.

Nova Zelândia terá nova bandeira

O país se prepara para votar, nos próximos meses, no desenho que pode se tornar sua nova bandeira. O governo do premiê John Key lançou o concurso da nova bandeira no ano passado, alegando que a Union Jack (bandeira britânica que ilustrava a neozelandesa) deve ser removida por representar a era colonial da Nova Zelândia, “cuja época já passou”.

A bandeira atual leva a Constelação do Cruzeiro do Sul e inclui no topo uma referência ao Reino Unido, antigo colonizador do país, o que é criticado por muitos neozelandeses. Foto: internet

A bandeira atual leva a Constelação do Cruzeiro do Sul e inclui no topo uma referência ao Reino Unido, antigo colonizador do país, o que é criticado por muitos neozelandeses. Foto: internet

O premiê também se queixa de que a atual bandeira do país é muito parecida com a da Austrália mas que está confiante com a mudança e afirma que mais de 10,2 mil desenhos foram submetidos ao concurso, 40 deles foram selecionados à segunda fase e quatro bandeiras serão escolhidas por um comitê para disputar a fase final.

os 40 modelos finalistas, daí sairão 4   que irão para o referendo nacional...Foto: Foto: NZ Government

os 40 modelos finalistas, daí sairão 4 que irão para o referendo nacional…Foto: Foto: NZ Government

Eu, particularmente, gosto da 33ª, afinal de contas a folha de samambaia já é usada atualmente no uniforme do mais famoso time de rúgbi do país, o All Blacks, além de outras seleções esportivas, e representa as indústrias de turismo e comércio do país.

Fontes: Foto Pública e Notícias Terra

Regra 85/95 na Aposentadoria. O que muda?

Fonte: JusBrasil – Direito na Prática – CHC Advocacia – Dra. Patrícia Moura Monteiro

Com o início da vigência da Medida Provisória nº 676/2015, publicada no diário oficial em 18/06, passaram a valer novas regras na concessão de benefícios da Previdência Social. A partir desta data, a concessão da aposentadoria por tempo de contribuição está submetida à chamada “Regra 85/95”. Mas afinal o que mudou com essa nova regra?

A fórmula 85/95 significa que o segurado precisa atingir um número mínimo de pontos, obtido a partir da soma da idade e o tempo de contribuição, para poder se aposentar com o valor integral do benefício. A mulher precisa somar 85 pontos e o homem 95.

Um exemplo para entender melhor:

Se na data da aposentadoria o segurado tiver, por exemplo, 58 anos de idade e 37 anos de contribuição, ele atingirá o total de 95 pontos e poderá se aposentar com provento integral.

Vale lembrar que ainda é exigido o tempo mínimo de contribuição de 30 anos para mulher e 35 anos homem. Além disso, os professores que se dedicaram exclusivamente ao ensino infantil, fundamental ou médio ganham 5 pontos na soma da idade e tempo de contribuição.

Basicamente, a mudança consiste na não aplicação da fórmula matemática, conhecida como fator previdenciário, na aposentadoria por tempo de contribuição. Este fator criado em 99, ainda no governo FHC, possui o objetivo de reduzir o benefício de quem se aposenta antes da idade mínima (60 anos mulher e 65 homem) de forma a incentivar o trabalhador a contribuir para a previdência por mais tempo.

A presidente Dilma vetou o fim da incidência do fator previdenciário no cálculo da aposentadoria, mas de forma alternativa manteve Fórmula 85/95 com progressividade. O fator previdenciário continuará sendo aplicado quando o segurado possui tempo mínimo de contribuição, mas não atingiu a idade mínima. A introdução da progressividade implica aumento do número de pontos, que evoluem a partir do ano de 2017 até 2022. A progressividade acontecerá da seguinte forma:

direito-na-pratica-patricia-links-02-png

Ao longo dos próximos 7 anos, a pontuação irá aumentar gradativamente até chegar em 2022 com a fórmula 90/100, ou seja, a partir de 2017 a pontuação mínima aumenta 1 ponto.

Segundo o atual governo, a progressão no cálculo da aposentadoria permite o acompanhamento da transição demográfica no Brasil, pois o aumento da expectativa de vida e de sobrevida da população gera a necessidade de mudanças na legislação previdenciária.

Vale lembrar que a nova regra vale apenas para a aposentadoria por tempo de contribuição na hipótese de requerimento de benefício pelo valor integral. No entanto, se o segurado pretende se aposentar antes de completar a soma de pontos exigidos, ele poderá requerer o benefício, mas neste caso a fator previdenciário será aplicado, importando em possível redução do benefício.

A fórmula 85/95 é uma regra temporária, uma vez que a solução definitiva ainda está sendo discutida em fórum de debates fomentando por representantes do governo, dos empregadores, empregados, aposentados e pensionistas e ainda poderá ser alterada no Congresso Nacional.

Importante ressaltar que a nova regra não atinge as aposentadorias já concedidas e também não cabe pedido de revisão do cálculo da aposentadoria com base na atual fórmula, se já houve recebimento do benefício.

Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos

3º Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos do Município de São Paulo

O Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos ocorre anualmente na cidade de São Paulo e as inscrições da terceira edição começam dia 15 de julho e  vão até 15 de setembro/2015. A  cerimônia de Premiação dos vencedores ocorrerá durante as atividades previstas para o “Festival dos Direitos Humanos”, dia 10 de dezembro de 2015.

Poderão se inscrever no Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos, Unidades Educacionais, Professores, Estudantes e Grêmios Estudantis, desde que inetgrantes da Rede Municipal de Ensino de São Paulo.

EDITAL: http://portaledh.educapx.com/file/258297/download-1.pdf

FONTE: http://portaledh.educapx.com/premio-municipal-de-educacao-em-direitos-humanos.html

DICAS – Três Editais – Política Nacional de Cultura Viva

O Ministério da Cultura – por meio de sua Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural – lançou, no dia 2 de julho de 2015, três editais para fomento de iniciativas relacionadas à Política Nacional de Cultura Viva. Ao todo, serão liberados R$ 13,428 milhões, a serem distribuídos entre 210 iniciativas. O edital para pontos de mídia livre conta com a parceria do Ministério das Comunicações e da Secretaria do Audiovisual do MinC. O edital dedicado à cultura indígena tem a parceria da Secretaria do Audiovisual e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

"Não são apenas 3 editais. São 3 políticas estruturantes. Queremos começar a trabalhar para quem não for contemplados nos editais. Vamos usar os editais como mapa dos novos movimentos urbanos das periferias e que se articulam das formas mais distintas. Esse Ministério só vai ter sucesso se vocês forem os cogestores da política pública. Além disso lançaremos o Cadastro Nacional de Pontos de Cultura, que é a distribuição do capital simbólico", destacou a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural, Ivana Bentes, abrindo o lançamento do editais.  Fonte: www.facebook.com/cidadaniaediversidade

“Não são apenas 3 editais. São 3 políticas estruturantes. Queremos começar a trabalhar para quem não for contemplados nos editais. Vamos usar os editais como mapa dos novos movimentos urbanos das periferias e que se articulam das formas mais distintas. Esse Ministério só vai ter sucesso se vocês forem os cogestores da política pública. Além disso lançaremos o Cadastro Nacional de Pontos de Cultura, que é a distribuição do capital simbólico”, destacou a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural, Ivana Bentes, abrindo o lançamento do editais. Fonte: http://www.facebook.com/cidadaniaediversidade

A solenidade de lançamento ocorreu na Funarte, em São Paulo e os editais estão disponíveis na edição do Diário Oficial da União do dia 3 de julho de 2015, data de abertura das inscrições.

"Temos a consciência da dimensão política do nosso trabalho. Acredito na Cultura como parte de uma construção de um outro Brasil. Não queremos fazer só o que já fizemos com os Pontos de Cultura, queremos fazer muito mais. Cultura é direito, assim como comida e educação. Este Ministério só se justifica se participar do processo de empoderamento do povo brasileiro". Falou o ministro da Cultura, Juca Ferreira. Fonte: www.facebook.com/cidadaniaediversidade

“Temos a consciência da dimensão política do nosso trabalho. Acredito na Cultura como parte de uma construção de um outro Brasil. Não queremos fazer só o que já fizemos com os Pontos de Cultura, queremos fazer muito mais. Cultura é direito, assim como comida e educação. Este Ministério só se justifica se participar do processo de empoderamento do povo brasileiro”. Falou o ministro da Cultura, Juca Ferreira. Fonte: http://www.facebook.com/cidadaniaediversidade

Veja abaixo os detalhes de cada edital.

Edital Pontos de Mídia Livre

Edital Pontos de Cultura Indígena

Cultura de Redes – Fortalecimento de Redes Culturais do Brasil

Fonte: http://www.cultura.gov.br/editais2015

A boa digestão vem do lado esquerdo

Assim prega a Ayurveda, a mais antiga medicina oriental, que recomenda: quando for tirar seu precioso cochilo após as refeições deite-se do lado esquerdo.

digestao-tecnica

O  Instituto Palin divulga e afirma que a eficiência dessa postura deve-se a fatores anatômicos e fisiológicos do corpo humano. O sistema linfático fica bloqueado sobre o lado esquerdo permitindo que os órgãos do sistema digestivo como o estômago, fígado, pâncreas e vesícula biliar possam produzir e eliminar suas enzimas para neutralizar os ácidos e gorduras sem que ocorra uma pressão sobre o sistema.

Se antes meus cochilos eram constantes agora serão constantes e com classe!

PALESTRA: O PAPEL DO PEDAGOGO NO DESENVOLVIMENTO DO CARNAVAL

E lá vamos nós palestrar para os futuros professores da UNIESP. Mais um desafio a ser encarado com muito profissionalismo e confiança.

palestracarnaval

HOMENAGEM – SEMANA DA LIDERANÇA JOVEM

comphomenagem

ivohomenagem

Sr. João Estevam da Silva (Vice-Presidente do Movimento de Habitação Popular Leste Forte), J. Ivo Brasil (Jornalista, Gestor de Eventos e homenageado na categoria Ativista Cultural), Sr. Floriano Pesaro (vereador, presidente da mesa e apoiador da Semana da Liderança Jovem) .

A saber:

A Semana da Liderança Jovem foi instituída pela lei municipal nº 12.920/99. É uma comemoração realizada pela ASPD – Associação São Paulo Diferenciado e o Grupo de Comunicação Social Rede Folha (Prof. Emerson Nunes). Conta com o apoio da Câmara Municipal de São Paulo, das ETECs Tereza Nunes, Parque Belém e das Artes e da escola de samba Unidos de Santa Bárbara.

%d blogueiros gostam disto: