Arquivo da categoria: Notícias e política

Avaliadores de projetos culturais – Balneário de Camboriú

Inscrições vão até 15/01/2019.

A Fundação Cultural de Balneário Camboriú (FCBC) vai credenciar avaliadores de projetos culturais. Até 15 de janeiro, estão abertas as inscrições para interessados em exercer atividades de análise e emissão de pareceres técnicos sobre projetos culturais e produtos resultantes deles promovidos em 2019.

As inscrições, abertas na segunda-feira (10), devem ser feitas no link abaixo. Podem se credenciar pessoas físicas maiores de 18 anos e que tenham conhecimento técnico ou formação em, pelo menos, uma das áreas culturais e/ou artísticas citadas no edital de credenciamento 005/2018. Profissionais que residam ou tenham domicílio em Balneário Camboriú não podem participar.

Os pareceristas credenciados poderão ser contratados para prestar serviços relativos a projetos inscritos na Lei Municipal de Incentivo à Cultura (LIC) e em outros editais e processos de seleção da FCBC. Eles também poderão ser chamados para dar parecer técnico e analítico de projetos de patrimônio material edificado, móvel ou paisagístico.

Clique aqui para fazer o download do edital

Clique aqui para efetuar sua inscrição

 

Fonte: https://culturabc.com.br/edital-de-credenciamento-no-0052018-fundacao-cultural-de-balneario-camboriu/

 

CONSELHO ESTADUAL DE POLÍTICA CULTURAL

A eleição de membros vai até 31/01/2019.

 

A Secretaria de Cultura está reativando o Conselho Estadual de Política Cultural, antes denominado Conselho Estadual de Cultura. O órgão possuirá caráter consultivo, fiscalizador e deliberativo, propondo um espaço público de participação e de interlocução entre o Estado e a sociedade civil na elaboração e gestão de políticas públicas de cultura.

Entre as atribuições do Conselho, presidido por Romildo Campello, secretário da Cultura do Estado, está elaborar, aprovar e acompanhar a execução do Plano Estadual de Cultura, a partir das orientações aprovadas nas conferências do órgão.

O Conselho também será responsável por apreciar e aprovar diretrizes do Fundo Estadual de Cultura, fiscalizar a aplicação dos recursos recebidos pelo Estado em decorrência das transferências entre os entes da federação e acompanhar o cumprimento das diretrizes e instrumentos de financiamento da cultura.

Edital de eleição dos membros

Assim, em conformidade com o Decreto Nº 63.377 de 07 de maio de 2018 estão abertas, até 31 de janeiro de 2019, as inscrições para o edital de eleição dos membros da sociedade civil representantes dos colegiados setoriais do Conselho.

Os colegiados setoriais deverão ser formados por 06 (seis) titulares e 06 (seis) suplentes para cada um dos 17 (dezessete) segmentos definidos, com a necessidade de representação mínima de 50% entre os efetivos e suplentes serem de fora da capital.

Eis os segmentos do Conselho:

  • Segmento nº 01. artes plásticas, artes visuais e design;
  • Segmento nº 02. bibliotecas e centros culturais;
  • Segmento nº 03. cinema;
  • Segmento nº 04. circo;
  • Segmento nº 05. cultura da população negra e cultura tradicional;
  • Segmento nº 06. dança;
  • Segmento nº 07. carnaval e samba;
  • Segmento nº 08. cultura urbana;
  • Segmento nº 09. literatura;
  • Segmento nº 10. museus e arquivos;
  • Segmento nº 11. música;
  • Segmento nº 12. cultura da população LGBTT – lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais;
  • Segmento nº 13. cultura da população indígena;
  • Segmento nº 14. patrimônio cultural;
  • Segmento nº 15. teatro;
  • Segmento nº 16. audiovisual;
  • Segmento nº 17. economia criativa / economia da cultura.

Os membros da sociedade civil representantes desses colegiados terão mandato de dois anos, não renováveis.

Edital
Formulário de inscrição
Manual para preenchimento do formulário de inscrição

FONTE: http://www.proac.sp.gov.br/noticias/conselho-estadual-de-politica-cultural/

Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR)

Acontece, de 5 a 11 de novembro, no corredor cultural da Avenida Paulista, a primeira edição do Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR).

Megaevento de negócios que vai reunir centenas de empresas e milhares de criadores e empreendedores dos setores culturais e criativos do Brasil e de outros países.

 

SOBRE O MICBR

O Ministério da Cultura (MinC) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) promovem, na cidade de São Paulo, a primeira edição do Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR), megaevento de negócios que vai reunir centenas de empresas e milhares de criadores e empreendedores dos setores culturais e criativos do Brasil e de outros países. O MicBR será realizado de 5 a 11 de novembro, no corredor cultural da Avenida Paulista, com o objetivo de impulsionar a internacionalização da produção cultural brasileira e o intercâmbio entre os países, em especial da América do Sul.
Ao longo dos sete dias, é esperada a participação diária de 2 mil pessoas nas atividades de mercado, e de 3 mil, na programação cultural. Esses números devem saltar para até 30 mil pessoas no fim de semana que encerra o evento, em 10 e 11 de novembro, nas diferentes atrações espalhadas por centros culturais da Avenida Paulista.
O megaevento reunirá cerca de 500 empresas e aproximadamente 100 compradores internacionais. Na programação, estão incluídas rodadas de negócios (em que produtores e compradores ficam frente a frente), espaços para a troca de contatos profissionais (networking), oportunidades de apresentação de produtos e serviços (pitchings), além de atividades de capacitação para empreendedores, como palestras, seminários, oficinas e clínicas de mentoria. Apresentações artístico-comerciais (showcases) de música, artes cênicas, moda e gastronomia também fazem parte da programação. A expectativa é que o MicBR movimente mais de US$ 10 milhões em negócios.
Evento engloba dez setores
O MicBR nasce inspirado em experiências exitosas realizadas em outros países, como o Mercado de Indústrias Criativas Argentinas (MICA) e o Mercado de Indústrias Culturais do Sul (MICSUL). O evento brasileiro abrangerá dez setores da economia criativa: artes cênicas (circo, dança e teatro), audiovisual (cinema, TV, publicidade e novas mídias), animação e jogos eletrônicos, design, moda, editorial, música, museus e patrimônio, gastronomia, e artes visuais.
Oito países sul-americanos confirmaram participação: Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai, além do anfitrião Brasil. Até 100 empresas de mais de 30 países serão convidadas a participar na condição de compradoras. Em outra frente, a Apex-Brasil promoverá um seminário Brasil-China durante o evento, para estimular as relações comerciais entre os dois países.
Fonte: Ministério da Cultura.
Inscrições, Programação, Atrações e muitos mais em: http://micbr.cultura.gov.br/sobre

CLUBE DO FOLIA

Chegou o clube de descontos, exclusivo para você: CLUBE DO FOLIA

CLUBE_DO_FOLIA

O CLUBE DO FOLIA é uma AÇÃO GRATUITA desenvolvida a fim de beneficiar os associados, seguidores ou inscritos nas redes sociais, ou inscritos no canal do Youtube, (clientes) do BLOCO ITAQUERENDO FOLIA, proporcionando descontos e vantagens mediante parcerias com pessoas jurídicas e pessoas físicas (profissionais liberais, microempreendedores) dos mais diversos segmentos.

As inscrições, ou adesão, podem ser feitas através dos links abaixo.

Link para clientes

https://goo.gl/forms/WTY9WtoeZ36d5geW2

Link para fornecedores de produtos e/ou serviços

https://goo.gl/forms/rvoim3lYbE7oM0VV2

 

Carnaval de rua 2019 – Prefeitura de São Paulo divulga datas e regras.

BLOCO ITAQUERENDO FOLIA

Bloco Itaquerendo Folia. Zona Leste. Foto: arquivo/divulgação

A Prefeitura de São Paulo publicou no Diário Oficial a data e as regras para o carnaval de rua do ano que vem.

A novidade para 2019 é que os blocos poderão ter patrocínio próprio, além do oficial do evento e podem fazer ativação de marcas que sejam consideradas de utilidade pública e que não gere lixo na cidade.

A festa será dividida em três períodos:

23 e 24 de fevereiro (pré-carnaval);

02 a 05 de março (carnaval);

09 e 10 de março (pós-carnaval).

Todos os blocos devem efetuar as inscrições no período de 03/10/2018 a 19/10/2018 através do site  http://inscricaodeblocos.prefeitura.sp.gov.br

Lembrando: através do site de inscrição também está disponível o GUIA DE REGRAS PARA OS BLOCOS DO CARNAVAL DE RUA 2019

Dia das Organizações Populares.

Você sabia que em 03 de setembro, comemora-se o Dia das Organizações Populares?

Organizações que nascem a partir de iniciativas da SOCIEDADE CIVIL e que fazem parte do TERCEIRO SETOR, como tentativa de buscar soluções e/ou mudanças com a participação de cidadãos (civis) em assuntos que são corriqueiramente tratados como pertencentes à esfera pública.

“Falando desse assunto pela vertente teórica, existem autores que identificam nos movimentos sociais e nas organizações populares duas formas distintas de manifestação popular. Para autores como Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber, os movimentos sociais são fenômenos racionais, nos quais os sujeitos aglomeram-se voluntariamente em torno de uma causa ou ideia comum para que haja mudança de paradigma ou defesa de um direto. Outros, como Le Bon, Tarde e Ortega y Gasset, enxergam na manifestação popular a irrupção da irracionalidade, uma espécie de rompimento da ordem estabelecida. Para todos esses autores, no entanto, os movimentos sociais possuem alguns pontos em comum: eles manifestam desejo de mudança de algum aspecto social e simbolizam a existência de uma tensão social a respeito de algum ponto do meio de convivência ou da condição vivida na sociedade” (Lucas Oliveira – Sociólogo)

Mas como vivem essas organizações (OSC)?

Para facilitar esse entendimento veja o infográfico criado pela Captamos.

Info06_Julho_3SETOR

ATUALIZANDO

Eleições 2018 – Regras Gerais

Independente das minhas opiniões pessoais a respeito das eleições vale informar algumas resoluções tomadas pelo TSE sobre o assunto.

Vamos lá.

As Eleições de 2018 vão ocorrer no dia 7 de outubro, em primeiro turno, e nos casos de segundo turno, no dia 28 de outubro. Os eleitores votarão para eleger: presidente da República, governadores de estado e do Distrito Federal, senadores (2 vagas por estado), deputados federais, estaduais e/ou distritais.

Vale conferir alguns pontos de destaque das resoluções aprovadas pelo TSE.

Gastos de campanha

Presidente da República — teto de R$ 70 milhões em despesas de campanha. Em caso de segundo turno, o limite será de R$ 35 milhões.

Governador — o limite de gastos vai variar de R$ 2,8 milhões a R$ 21 milhões e será fixado de acordo com o número de eleitores de cada estado, apurado no dia 31 de maio do ano da eleição.

Senador — o limite vai variar de R$ 2,5 milhões a R$ 5,6 milhões e será fixado conforme o eleitorado de cada estado, também apurado na mesma data.

Deputado federal — teto de R$ 2,5 milhões.

Deputado estadual ou deputado distrital — limite de gastos de R$ 1 milhão.

Arrecadação

Pessoas físicas poderão fazer doações eleitorais até o limite de 10% dos seus rendimentos brutos verificados no ano anterior à eleição. As doações eleitorais de pessoas jurídicas foram proibidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2015.

A resolução permite aos candidatos o uso de financiamento coletivo (crowdfunding), a chamada “vaquinha”, para arrecadar recursos de campanha.

Além da arrecadação por financiamento coletivo, a resolução permite que partidos vendam bens e serviços e promovam eventos para arrecadar recursos para as campanhas eleitorais.

O texto proíbe o uso das chamadas ‘moedas virtuais’, como a bitcoin, na arrecadação e gastos de campanha. O TSE levou em conta pareceres recentes do Banco Central e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que apontaram para os riscos de transação com esse tipo de ativo, que não oferece garantia de qualquer país.

Propaganda eleitoral

Início no dia 16 de agosto de 2018, mas aquela realizada no horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão somente começará no dia 31 de agosto de 2018.

Propaganda de rua

Só serão permitidos carros de som e minitrios em carreatas, caminhadas e passeatas ou em reuniões ou comícios. Deverá ser respeitado o limite de 80 decibéis, medido a sete metros de distância do veículo.

Os comícios de encerramento de campanhas poderão seguir até as 2h da madrugada. Nos outros dias deverão respeitar o horário das 8h à meia-noite.

A propaganda por outdoors continua proibida. Será possível o uso de bandeiras e mesas para distribuição de material de campanha, desde que sejam móveis e não atrapalhem os pedestres nem interfiram no trânsito.

Também estão mantidas as regras quanto à contratação de cabos eleitorais. O máximo não poderá ultrapassar 1% do eleitorado por candidato nos municípios de até 30 mil eleitores, sendo permitida a contratação de um cabo eleitoral a mais para cada grupo de mil eleitores que superar os 30 mil.

Nos carros estão autorizados adesivos plásticos de até 0,50 m² (meio metro quadrado) ou microperfurados no tamanho máximo do para-brisa traseiro.

Propaganda na Internet

A propaganda eleitoral na Internet também poderá ter início no dia 16 de agosto de 2018. Nesse caso, a novidade é que está autorizado o impulsionamento de conteúdos, desde que contratados exclusivamente por partidos, coligações e candidatos.

Debates e telemarketing

As emissoras de rádio e de televisão que realizarem debates são obrigadas a convidar os candidatos dos partidos que tenham, pelo menos, cinco parlamentares no Congresso Nacional.

E proibida a propaganda eleitoral por meio de telemarketing.

Fonte: TSE

Maiores informações:

http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2017/Dezembro/tse-aprova-10-resolucoes-sobre-regras-das-eleicoes-gerais-de-2018

 

VACINAR É PROTEGER

Não deixe que as notícias falsas e as doenças ganhem força. Leve seu filho de 1 ano a menor de 5 anos para vacinar. Esta é a única forma eficaz de prevenção contra a paralisia infantil e o sarampo.

VACINAR É PROTEGER

Foto divulgação campanha de vacinação Prefeitura Municipal de São Paulo

A campanha tem como público-alvo crianças entre 1 e 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade, que receberão as vacinas contra a poliomielite (também conhecida como paralisia infantil) e a tríplice viral, que, além do sarampo, também imuniza contra a caxumba e a rubéola. A meta é atingir 95% da população desta faixa etária, conforme determinação do Ministério da Saúde, o que equivale a 562.392 crianças.

A ampla adesão à vacina é fundamental para que essas doenças continuem fora de circulação. No ano passado, o município teve cobertura de 84,8% de pólio, e 86,1% para a vacina tríplice viral SRC (sarampo, rubéola e caxumba).

As UNIDADES que participarão da campanha pode ser acessada neste link: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/index.php?p=260880

Fonte: Prefeitura Municipal de São Paulo

http://bit.ly/2Kyblmp #SPPraVC

SÃO PAULO LANÇA SELO MUNICIPAL DE DIREITOS HUMANOS E DIVERSIDADE

SELO MUNICIPAL DOS DIREITOS HUMANOS

O Selo de Direitos Humanos e Diversidade, instituído pelo Decreto nº 58.180, de 05 de abril de 2018, é uma política de reconhecimento de boas práticas de promoção dos direitos humanos e valorização da diversidade, implementadas por organizações públicas e privadas que atuem na cidade de São Paulo.

Dessa forma, o objetivo do Selo é incentivar e valorizar iniciativas de promo­ção da diversidade e inclusão no mercado de trabalho, por meio de dois eixos centrais: o do reconhecimento e da difusão de práticas inovadoras e a formação de uma rede de organizações premiadas.

“A cidade de São Paulo é uma das maiores cidades da América Latina, um grande centro econômico e cultural que é considerado um berço de oportunidades para aqueles que desejam sua ascensão social e melhor qualidade de vida. Contudo, as estatísticas demonstram que essas oportunidades não são aproveitadas de maneira igualitária (…)” Perfil Social, Racial e de Gênero dos 200 Principais Fornecedores da Prefeitura de São Paulo

CARTEGORIAS

CRIANÇAS E ADOLESCENTES – Iniciativas voltadas à defesa e à promoção dos direitos da infância e adolescência. Projetos relacionados ao exercício da cidadania e ao combate à violência e exploração das crianças e adolescentes.

IDOSOS – Iniciativas voltadas à valorização e à garantia de direitos das pessoas idosas. Projetos relacionados ao exercício da cidadania e à inclusão das pessoas acima de 60 anos.

IGUALDADE RACIAL – Iniciativas voltadas ao combate da desigualdade étnica-racial. Projetos relacionados ao exercício da cidadania e à garantia de direitos da população negra e dos povos indígenas.

IMIGRANTES – Iniciativas voltadas à defesa e à promoção dos direitos das pessoas que se transferem de seu lugar de residência habitual em outro país para o Brasil, independentemente da situação imigratória e documental.

JUVENTUDE – Iniciativas voltadas à defesa e à promoção dos direitos das juventudes. Projetos relacionados à inclusão e ao exercício de cidadania de jovens

LGBTI – Iniciativas voltadas à defesa e à promoção dos direitos da população LGBTI. Projetos relacionados à inclusão e ao combate à discriminação por orientação sexual e identidade de gênero.

MULHERES – Iniciativas voltadas à defesa e à promoção dos direitos das mulheres. Projetos voltados à inclusão e à promoção da equidade de gênero

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA – Iniciativas voltadas à defesa e à promoção dos direitos das pessoas com deficiência. Projetos relacionados ao exercício de cidadania e à inclusão de pessoas com deficiência – seja ela física, intelectual, auditiva, visual ou múltipla.

PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA – Iniciativas voltadas à defesa e à promoção dos direitos das pessoas em situação de rua, tanto quem usa espaços públicos como moradia, quanto quem está inserido na rede socioassistencial de acolhimento.

PESSOAS PRIVADAS DE LIBERDADE E EGRESSAS – Iniciativas voltadas à defesa e à promoção dos direitos das pessoas privadas de liberdade e egressas do sistema prisional. Projetos relacionados à inclusão e ao exercício de cidadania e à ressocialização.

FIQUE POR DENTRO

GUIA E INSCRIÇÃO   http://selodireitoshumanos.com.br/

CARNAVAL PAULISTANO – SKAF ASSINA CONVÊNIO PARA FORMAR MÃO DE OBRA

Programa Comunitário de Formação Profissional – Parceria entre a FIESP, CIESP, SESI-SP, SENAI-SP, IRS (Instituto Roberto Simonse) e SEBRAE-SP e a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo prevê desenvolvimento de soluções tecnológicas e inovação nos processos de produção para formação de mão de obra para o carnaval paulistano.

imageViewer

05/06/2018
Agência Indusnet Fiesp

O Senai-SP assinou nesta terça-feira (5 de junho) convênio do Programa Comunitário de Formação Profissional com a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo. A parceria foi firmada na Fábrica do Samba 1, na Barra Funda, em solenidade com a participação de Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Senai-SP, de representantes das 34 escolas de samba da Capital e de 15 escolas de samba do interior do Estado, integrantes das escolas e representantes da Liga e do Senai-SP. O acordo proporcionará oportunidade de formalização da mão de obra para trabalhadores das escolas de samba filiadas à Liga, promoverá o empreendedorismo e geração de renda entre os profissionais do setor, além da profissionalização do Carnaval paulista, por meio do desenvolvimento de soluções tecnológicas e inovação nos processos de produção.

Skaf destacou o crescimento do Carnaval paulista, graças ao trabalho das escolas de samba, e elogiou a iniciativa de agregar tecnologia aos desfiles graças à capacitação que será feita pelo Senai-SP. Para ele, o acordo será fundamental para que as comunidades ligadas ao carnaval paulista tenham mais acesso à educação e oportunidades de se profissionalizar. “Os cursos do Senai-SP são reconhecidos pelo mercado de trabalho por sua qualidade na formação e essa parceria traz novas possibilidades para os que trabalham para produzir essa festa tão bonita que é o carnaval. A educação profissional proporcionará mais geração de emprego e renda para essa população”, afirma.

O convênio prevê a oferta dos cursos de Formação Inicial e Continuada da área do Vestuário, tais como Costureiro de Máquina Reta e Overloque, Modelista de Roupas e Cortador de Confecção Industrial. Oportunamente, também será oferecida capacitação na área de Soldagem. Por isso, na ocasião da assinatura, foi exposta a Escola Móvel de Soldagem do Senai-SP.

As Escolas Móveis do Senai-SP são laboratórios tecnológicos sobre rodas nas as quais são realizadas programações de formação inicial e continuada, de curta duração, destinadas a atender às necessidades imediatas e específicas de formação de mão de obra para empresas industriais e outros clientes.

Por suas características — ambientes de ensino sobre rodas (laboratórios e salas de aula), as escolas têm flexibilidade para atingir localidades de todo o Estado, atendendo, dessa forma, regiões que não possuem unidades fixas do Senai-SP. Equipada com sala para aulas de tecnologia dos processos de soldagem e laboratório, com fontes de energia sinérgica e multiprocesso.

%d blogueiros gostam disto: