Arquivos do Blog

Aniversário de São Paulo será comemorado nas cinco regiões da cidade.

No dia 25 de janeiro, a Secretaria Municipal de Cultura apresenta mais de 300 atividades, como shows, cinema, dança, teatro e circo, em cerca de 150 pontos nas ruas e equipamentos culturais municipais nas cinco regiões da cidade

Um dos destaques do calendário integrado da cidade, o Agendão, do programa São Paulo Capital da Cultura, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, o Aniversário de São Paulo celebra a fundação da maior cidade da América Latina, promovendo uma reflexão sobre a sua história por meio das atividades programadas para o dia 25 de janeiro/2020.

O evento contará com mais de 300 atividades entre shows, palestras, cinema, dança, circo, teatro, programação infantil, debates e roteiros de memória, realizadas em cerca de 150 pontos em todas as regiões da cidade.

Entre as atividades programadas, na região central, o destaque é o Grande Cortejo Modernista, espetáculo itinerante a céu aberto,  com a participação de artistas como Elba Ramalho com Bixiga 70, Karol Conka, Rashid, Ney Matogrosso, Skank, Demônios da Garoa e a bateria da Vai-Vai… dentre muitos outros

Fonte: Internet/G1

A abertura será no Pátio do Colégio, às 14h.

Itinerário: Largo São Bento, Rua Líbero Badaró, Avenida São João, Viaduto do Chá, Praça Ramos de Azevedo, Largo do Paiçandu, esquina das Avenidas Ipiranga com Av. São João e Praça da República.

O público é convidado a percorrer pontos históricos e lugares de memória que se relacionam com a cultura brasileira em todas as suas formas. Na festa da cidade, cabem todos os ritmos e gêneros: da cultura indígena, passando pelo forró, pelo hip hop, pelo samba, erudito e rock, até atrações de música brasileira e carnaval.

Quer saber mais?

https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/noticias/?p=27374

DICAS – Três Editais – Política Nacional de Cultura Viva

O Ministério da Cultura – por meio de sua Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural – lançou, no dia 2 de julho de 2015, três editais para fomento de iniciativas relacionadas à Política Nacional de Cultura Viva. Ao todo, serão liberados R$ 13,428 milhões, a serem distribuídos entre 210 iniciativas. O edital para pontos de mídia livre conta com a parceria do Ministério das Comunicações e da Secretaria do Audiovisual do MinC. O edital dedicado à cultura indígena tem a parceria da Secretaria do Audiovisual e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

"Não são apenas 3 editais. São 3 políticas estruturantes. Queremos começar a trabalhar para quem não for contemplados nos editais. Vamos usar os editais como mapa dos novos movimentos urbanos das periferias e que se articulam das formas mais distintas. Esse Ministério só vai ter sucesso se vocês forem os cogestores da política pública. Além disso lançaremos o Cadastro Nacional de Pontos de Cultura, que é a distribuição do capital simbólico", destacou a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural, Ivana Bentes, abrindo o lançamento do editais.  Fonte: www.facebook.com/cidadaniaediversidade

“Não são apenas 3 editais. São 3 políticas estruturantes. Queremos começar a trabalhar para quem não for contemplados nos editais. Vamos usar os editais como mapa dos novos movimentos urbanos das periferias e que se articulam das formas mais distintas. Esse Ministério só vai ter sucesso se vocês forem os cogestores da política pública. Além disso lançaremos o Cadastro Nacional de Pontos de Cultura, que é a distribuição do capital simbólico”, destacou a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural, Ivana Bentes, abrindo o lançamento do editais. Fonte: http://www.facebook.com/cidadaniaediversidade

A solenidade de lançamento ocorreu na Funarte, em São Paulo e os editais estão disponíveis na edição do Diário Oficial da União do dia 3 de julho de 2015, data de abertura das inscrições.

"Temos a consciência da dimensão política do nosso trabalho. Acredito na Cultura como parte de uma construção de um outro Brasil. Não queremos fazer só o que já fizemos com os Pontos de Cultura, queremos fazer muito mais. Cultura é direito, assim como comida e educação. Este Ministério só se justifica se participar do processo de empoderamento do povo brasileiro". Falou o ministro da Cultura, Juca Ferreira. Fonte: www.facebook.com/cidadaniaediversidade

“Temos a consciência da dimensão política do nosso trabalho. Acredito na Cultura como parte de uma construção de um outro Brasil. Não queremos fazer só o que já fizemos com os Pontos de Cultura, queremos fazer muito mais. Cultura é direito, assim como comida e educação. Este Ministério só se justifica se participar do processo de empoderamento do povo brasileiro”. Falou o ministro da Cultura, Juca Ferreira. Fonte: http://www.facebook.com/cidadaniaediversidade

Veja abaixo os detalhes de cada edital.

Edital Pontos de Mídia Livre

Edital Pontos de Cultura Indígena

Cultura de Redes – Fortalecimento de Redes Culturais do Brasil

Fonte: http://www.cultura.gov.br/editais2015

%d blogueiros gostam disto: